Patinhas

Patinhas suculentas e carnudas de caranguejo, direto de Belém do Pará, presente da minha amiga Ana Luiza Couto. Passadas  no ovo e na farinha de rosca temperada com sal, alecrim e um pouquinho de curry. Depois fritas no óleo bem quente, regadas com um limãozinho e daí passadas pro estômago. Sim, sim, estava delicioso como parece, nunca comi tão gostosas. Valeu, Ana.

Publicado em Uncategorized | 2 Comentários

Espécie irritante

Consegui fotografar um pássaro que tem um canto especialmente irritante. É uma espécie bastante curiosa, cuja plumagem fica verdamarela de quatro em quatro anos. É especialmente ruidosa, nessa ocasião, sendo que já é bastante barulhenta com a plumagem apresentada em outros períodos, normalmente variações de preto, branco e vermelho, e verde em determinadas ocasiões. É um mistério a sobrevivência da espécie, uma vez que é um dos pássaros mais estúpidos já estudados, capaz de fazer idiotices diversas e torrar bastante o saco de todos os outros seres vivos. Reúne-se em bandos que tenham o mesmo esquema de cores, e hostilizam fortemente os de outras plumagens, a ponto de matar. Torna-se potencialmente perigoso, quando frustrado, e após consumir quantidades enormes de grão de cevada fermentado. É o Vuvuzelis histericus brasiliensis. Todos devem estar ouvindo seu canto grotesco, agora que eles estão no período de plumagem verde e amarela.

Publicado em Uncategorized | Marcado com , | Deixe um comentário

HOJE É DIA DE ROCK AND ROLL

Do blog do Marião:

HOJE É DIA DE ROCK AND ROLL

A nossa banda “Saco de Ratos” toca no Café Aurora. Estamos tentando ser sempre pontuais. Nem sempre é possível, mas o atraso tem sido pequeno. O início do show está marcado para as 24h e estamos tentando começar realmente no horário. Pelo menos, estamos empenhados pra isso.

O Café Aurora fica na Rua 13 de Maio, 112 – O show começa às 24h e morre só em R$ 5.

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Tricô

Essa senhora zanza por Pinheiros, normalmente pedindo moedas e despejando uma saraivada de palavrões em quem dá e em quem não dá dinheiro a ela. Vejo-a às vezes próximo do metrô Clínicas, catando lata das lixeiras, e xingando. Eu e a Lia paramos numa banca na João Moura e lá estava ela. Tricotando, em paz com quaisquer que sejam os demônios dela. É bom conseguir ficar em paz com os demônios.

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Keep it unreal

Eu prefiro manter meu dia a dia o mais surreal o possível. E você?

Publicado em Uncategorized | Marcado com | Deixe um comentário

We’re back

De volta ao ar.

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário